O Canto Calado

Maria Clara vivencia esse preconceito dentro e fora da sua comunidade, o lugar onde nasceu o qual deveria ser para todos, mas isso era aparentemente, na verdade era separada pelo fenótipo. Isso porque as pessoas vão construindo dentro de si, esses conceitos de que o homem branco é diferente, mais bonito, mais civilizado, mais aculturado. São pessoas de alma doente. Se a constituição humana é a mesma para todos como pode o tom da pele ditar regras sociais?

Dessa forma, Maria Clara carregava essas marcas e feridas advinda do seu passado, sofria todo tipo de preconceito velado? Ela pensava consigo mesma - se o negro tivesse ascensão social, hoje seria equiparado ao branco? Maria Clara cresceu indignada com este sistema estruturado. Ela não permite que seu povo seja motivo de piadas, chacotas, luta em defesa de aceitação. 

ISBN:978-65-85098-15-1
Tamanho (mm): 140x210
Tipo de papel (Miolo): Polen
Gramatura (Miolo): 80g/m²
Cores do miolo: 1x1 e 4x4
Tipo de papel (Capa): Cartão Triplex
Gramatura (Capa): 300g/m²
Cores da capa: 4x0
Orelha: 6 cm
Laminação da capa: Brilho
Tipo de acabamento: Fresado Pur
Quantidade de páginas: 107

R$15,00 R$35,00
R$15,00 / 1 g